OBRIGADO PAI!

Papai. Palavra bonita. São eles que ficam nervosos na sala de espera, os que dão a mão durante o parto, que ganham um ponto de força e outro de vulnerabilidade quando escutam o primeiro choro. Os grandes ausentes até agora, porque as regras da sociedade estabeleciam dessa forma: o homem tinha que trabalhar fora, enquanto a mulher se ocupava da casa e dos filhos.

Era ele o responsável por administrar os grandes castigos e também os melhores prêmios. Muitas gerações cresceram assim. Com pais sérios, conscientes de sua responsabilidade, vigilantes de seus filhos mesmo à distância. Contadores e inventores de histórias, projetos, e confidentes de sonhos.

Poucas vezes receptores de agradecimento, porque só faziam a sua obrigação e porque eles também não eram muito bons em manifestar suas emoções. Para a maioria dos filhos, eles foram seu primeiro herói admirado e o último a continuarem admirando quando se tornam mais velhos.

Por isso, ter um bom pai é uma sorte impagável.

  1. Um pai está preparado para espantar os pesadelos de qualquer sono. Como grande contador de histórias, é capaz de dar uma volta e transformar o monstro que aterroriza na escuridão em uma simples sombra inofensiva. Sua força e sua coragem são um grande exemplo para enfrentar qualquer ameaça, e caso seus filhos percam as forças, eles estão aí para estender suas mãos e somar suas forças às deles.
  2. As questões de cabeleireiro não são sua praia. São um desastre fazendo rabo de cavalos e especialistas em deixar o cabelo bagunçado. No entanto, também são os maiores admiradores de seus filhos e os primeiros a pensar que eles têm uma força capaz de comer o mundo.
  3. Um pai é um gigante, e de seus ombros tudo parece ser mais incrível e divertido. Na verdade, são eles que gostam quando os filhos lhes pedem os ombros, pois com eles em seus ombros, eles são como guias.
  4. Ele pode ter a agenda cheia, mas o que ele mais gosta é de brincar com seu filho. Talvez sejam poucos os momentos no dia no qual se permitem isso, mas quando o fazem, aproveitam o máximo que podem. Nesses momentos podem ser eles mesmos com total liberdade e fazer todas as besteiras do mundo para conseguir ver a carinha de felicidade que seus filhos vão fazer, e isso vale mais do que qualquer objetivo que tenham no trabalho.
  5. Desta maneira, um pai é o melhor companheiro para brincadeiras que um filho pode imaginar, porque ninguém presta tanta atenção nele como seu pai, e ele é capaz de criar uma realidade paralela com muito carinho.
  6. Talvez tenham menos flexibilidade que um tronco de pinheiro, ou menos coordenação que um pato bêbado, mas com seus filhos eles se atrevem a tudo e mais um pouco. O ridículo fica pendurado na porta do quarto de brinquedos.

Um bom pai é um presente pelo qual você nunca vai poder agradecer o suficiente na vida. Um bom pai é alguém que dá tudo, e a única coisa que pede em troca é que desfrutemos, que aproveitemos tudo o que pudermos. Seu trabalho, por ser muitas vezes feito à distância, uma distância maior do que ele gostaria, não é suficientemente reconhecido até que os anos passem e cresçamos.

Os pais não são perfeitos, são de carne e osso. A maioria é cabeça dura e não é fácil fazê-los mudar de opinião. No fundo, mesmo não seguindo o caminho que eles gostariam, eles nunca esperam que fracassemos.

Talvez eles não digam muito, mas estão sempre orgulhosos de nós. Na verdade, é capaz que eles digam para todo mundo, menos para nós. No entanto, esta montanha que, para eles, é um mundo, não evita que sintam orgulho de cada passo que damos à frente; eles são capazes de compensar essa timidez celebrando como nunca os nossos êxitos.

Extraído com modificações de: amenteemaravilhosa.com.br
Imagem: pexels.com - foto-69096

Deixe uma resposta

WhatsApp chat