NÃO É SÓ CORPO

6 dicas de autocuidado com a saúde mental
Cuidar do nosso estado psicológico também é um ato de amor próprio muito importante

Conversas sobre a importância do autocuidado nunca estiveram tão em alta. Não é preciso ir muito longe para encontrar uma série de recomendações sobre como cultivar a autoestima, seja com rotinas de skincare, dicas para cuidar do cabelo sozinha(o) ou maneiras de se exercitar em casa.

Porém, uma parte essencial para que os sentimentos de amor próprio e plenitude sejam alcançados não está apenas no que se vê no espelho. A saúde mental também está diretamente ligada à nossa autoimagem, se tornando um fator indispensável para manter o funcionamento saudável do nosso organismo.

Assim, para encontrar um equilíbrio nos cuidados consigo, é possível seguir dicas simples e bastante eficientes. Confira a seguir algumas maneiras de como preservar sua saúde mental e ficar em sintonia com você mesma(o):

1- Tire um tempo off

A grande quantidade de tarefas no dia a dia e o excesso de uso das redes sociais, por exemplo, são fatores que podem sobrecarregar a nossa mente. Não ter um tempo sozinha(o) pode gerar condições como estresse e ansiedade, prejudicando a saúde da mente e do corpo.

Por isso, tire um tempo para se desconectar da internet, do trabalho e dos estudos. Não fazer nada por um tempo pode, na verdade, ser muito benéfico – permitindo que você se conecte consigo mesma(o) e relaxe, esvaziando a mente.

2- Coloque-se em primeiro lugar

Ajudar os outros é algo importante e honrável. Porém, se a consequência dessa ajuda te causar mais danos do que satisfação, não é egoísmo se colocar como prioridade e recusar fazer algo por alguém. Se escolher, antes de priorizar o outro, é um ato que nos ajuda a aprender a valorizar mais as coisas e as pessoas, nos permitindo fazer tudo com mais amor e carinho.

3- Conheça seus limites

Realizar alguma atividade só para se provar para os outros ou porque alguém que você admira faz aquilo, é se forçar a ser o que não é. Se você não se sente à vontade fazendo algo ou percebe que está se sobrecarregando, não tenha medo de falar “não” e impor limites que façam sentido para você.

4- Não se compare

A cultura das redes sociais pode ser considerada um dos motivos para o aumento da comparação entre pessoas. É importante ter em mente que fotos e vídeos transparecem uma imagem superficial da vida de alguém, muitas vezes demonstrando apenas a parte feliz do dia a dia.

Lembre-se que todo mundo passa por desafios e dificuldades diariamente, portanto, evite pensar que você não tem a vida perfeita como aquela celebridade ou amiga(o) que você admira (acredite: ela também não tem!).

5- Faça algo que você gosta

Passar o dia inteiro apenas focando no trabalho ou nos estudos pode ser bem desgastante, prejudicando o nosso humor. Mesmo com a rotina atribulada, procure fazer algo que realmente te agrade e te traga uma sensação de bem-estar, como ouvir música, ver um filme, ler um livro ou comer a sua comida favorita.

6- Peça ajuda

Está tudo bem sentir que as coisas estão difíceis de serem feitas sozinha(o) e que você precisa de ajuda. Desde tarefas simples do dia a dia até problemas psicológicos e de saúde, pedir a orientação e apoio de amigos e profissionais pode gerar mudanças extremamente positivas na sua vida.

Baseado no texto de Paula Santos, em minhavida.com.br
WhatsApp chat